Blogup
   



BRASIL, Nordeste, NATAL, RIBEIRA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, French, Livros, Esportes
Outro -
Histórico
Outros sites
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis
Perto do Coração Selvagem
nozarte
telescopionegro
queridoleitor
carloscareqa
linaldoguedes
blocosonline
marialimeira
abba
revistapoetizando
waldir leite
poetasdeguarulhos
blônicas
marcelotas
Soraia direto...
la vie est belle
Blog do André
Gerald Thomas
Flavia Lippi
stockadas
avant_derniere
diariosdenuvens
tabua de mares
almadobeco
alfabeto
subhadro
spmetrople
leiluka
focando
numerologia
babalaika
benito barros
seicho-no-ie
rodrigo hammer
mensageiros
barreiras-diogolopes
marcos caiado
mixbrasil
abran
overmundo
dalai lama
marcelo eliab - astrólogo
osho
nalatadopoeta
regina barros
libertas
joão paulo cuenca
tribuna do norte
cora ronai
avenida copacabana
laura vive
jornal de hoje
jornaldehoje
radar potiguar
caros amigos
carosamigos
thestonewall
bbc - brasil
kibeloco
pensar enlouquece
blog de marcelo coelho
fernando pessoa
sentimentos - vanilde rego
luz de luma
luiz carioca
somostodosum
100querer
palavra e destino
blog do renato
inspirais - patrícia
google
deunojornal
rasuras (ana peluso)
altavista
rascunhos e acabados
sampafobia
um ser diferente
no divã com marcelo ribeiro
guga cruz
alexsens
alexsens II
lino resende
trajedia ( gabriel )
lilita livre
marcelino freire
santiago nazarian
portal g1
coisas do bem
dicas do bem
janmedeiros
tião maia
impressões de fevereiro
conversa afiada
moura ao luar
fina flor ( monica montone)
contos bregas
antônio cícero
eucanaã ferraz
patrício júnior
blairponjinha
a gente sempre tenta
certos dias
caulus
prozac com fanta uva
tereza bresani
bombando
orientação - psi
jean wyllys
bresani
diversos-afins
alex sens
pre-historia-nordestina
relatoriodacoisa
franklin jorge

Votação
Dê uma nota para meu blog

 


 
Veja como os blogs podem fazer mais do que falar de seus próprios umbigos.
Estamos com blogagem coletiva contra a pedofilia, Luma do
foi quem organizou.
Mais de 190 blogs participam. Dêem uma olhada. E prestem atenção no comportamento de seus filhos, por favor.
Repassem este email, please.
 
Trecho do post da Luma:
 
A nadadora Joana Maranhão, revelou para a imprensa na última Quinta-feira, que foi molestada sexualmente por seu treinador quando tinha 9 anos de idade, afetando a sua vida profissional e emocional [video]

“Era dentro do próprio clube e na casa dele, pois ele me levava para os treinos”

“É uma ferida para o resto da vida. Uma ferida aberta que sempre vai sangrar. Tem dias que vai doer mais, tem dias que vai doer menos”

“Comecei a pesquisar. Vi que nenhuma criança se recupera completamente depois de um abuso. Mas tem muita gente que passa por coisas piores. Crianças com abusos de pais, de padrasto”

“Eu só contei para minha mãe no ano passado. Só consegui dizer depois de ter feito terapia, isso dez anos depois. Na época, só falei para ela que queria sair do Náutico. Ela perguntava por que, mas eu não dizia.”

“A mente tem um poder incrível e durante todos esses anos eu tentei convencer a mim mesma que nada daquilo tinha acontecido, que tinha sido fruto da minha imaginação. Mas como uma onda muito forte, dez anos depois eu fui tomando consciência de tudo que eu tinha sofrido. Foi muito doloroso, foi um processo lento. Freqüentei psiquiatra e psicólogo, porque eu precisava colocar aquilo tudo pra fora. Durante esse processo, tudo na minha vida sofreu as conseqüências e com a natação não poderia ter sido diferente. Mas hoje que eu estou bem, consigo falar sobre isso. Parece que saiu um peso”

“Eu não tive coragem (de denunciar), afinal, já tinham se passado dez anos. Que provas eu tinha? E isso tudo aconteceu dentro de um clube, que também viria contra mim. Eu já estava tão abalada. Quanto a ele, a vida e Deus vão dar o que ele merece. Eu não quero de forma alguma saber da existência dele”

“Eu até pretendo, no futuro, fazer algo em relação a outras crianças que sofrem isso e têm medo, têm vergonha de contar para os pais como aconteceu comigo. O medo de cair na piscina vinha daí, pois acontecia dentro d’água inclusive”

“Tinha dias em que me encolhia na cama, e só fazia chorar. Não conseguia que ninguém encostasse o dedo em mim. Eu estava tão vulnerável que praticamente implorei que minha mãe me ajudasse. Eu contei tudo. Foi saindo de uma vez, sabe? Ela ficou parada, chocada, tadinha, me pediu desculpas! Como se ela tivesse tido alguma culpa”

Os pais devem observar em seus filhos mudanças no comportamento e conversar sobre os motivos que estão lhe afligindo. Pode ser algo temporário, pequeno, mas e se o comportamento persistir? Mudanças de humor, insônia, inapetência ou mesmo quando choram por qualquer coisa. Vejo muitos pais taxarem seus filhos de birrentos, sem ao menos investigarem os motivos. Diálogo é tudo!

Entre as características gerais de um pedófilo, estão homens integrados à sociedade, cordiais, sedutores e confiáveis. Adoram contar histórias, têm paciência e pessoalmente tornam-se importantes na vida da criança. Elas não sabem que o perigo as rondam.

Acreditar que o pedófilo é um marginal obscuro, que sofre de transtornos sexuais na solidão, não é exata. Acreditar na figura clássica do "tarado" não cabe aqui. Se a sociedade não compreender corretamente o problema e atentar para o fenômeno da pornografia infantil e suas conseqüências, não haverão chances de combate.

É nessa hora que entra o papel dos pais, desde a tenra idade não estimulando a erotização de suas crianças. Afastem revistas censuradas, programas de tv impróprios e conversas adultas do cenário infantil. Seu pirralho não vai virar um bestinha, porque deixou de fartar-se de porcarias.
mais aqui:

      

 

 
 
 


Escrito por Tertu às 09h58
[] [envie esta mensagem] []




Alegria (tradução)

Cirque Du Soleil

Composição: Rene Dupere

 

Alegria
Como um raio de vida
Alegria
Como um palhaço a gritar
Alegria
De um delituoso grito
De uma triste pena, serena
Como uma fúria de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade

Alegria
Eu vi uma faísca da vida brilhando
Alegria
Eu ouço um jovem menestrel cantando
Alegria
O grito bonito
Um rugir de sofrimento e de felicidade
Tão extremo...
Um amor furioso dentro de mim,
Alegria
Um feliz e mágico sentimento.

Alegria
Como um raio de vida
Alegria
Como um palhaço a gritar
Alegria
De um delituoso grito
De uma triste pena, serena
Como uma fúria de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade

De um delituoso grito
Duma triste pena, serena
Como uma fúria de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade.

Alegria
Como a luz da vida
Alegria
Como um palhaço que grita
Alegria
De um estupendo grito
De uma tristeza louca, serena
Como uma raiva de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade

De um estupendo grito
De uma tristeza louca, será
Como uma raiva de amar
Alegria
Como um assalto de felicidade

Tão extremo
Um amor furioso em mim
Alegria
Um feliz e mágico sentimentos

 

 

 

 

Escrito por janmedeiros às 21h06

não resisti: colei do blog da janete.  http://janmedeiros.zip.net  



Escrito por Tertu às 09h03
[] [envie esta mensagem] []





" Entregue a Deus os problemas difíceis

 Quando encontrar  algum grande problema, volte-se imediatamente a Deus e receba a Sua orientação. Ore fervorosamente: ´ Ó Deus! Não consigo solucionar este problema com a minha inteligência.O Senhor é o infinito Amor. a infinita Inteligência, e conhece a melhor solução. Oriente-me com Seu Amor e Sabedoria".

"Convite à Felicidade  -vol. 1"



Escrito por Tertu às 16h46
[] [envie esta mensagem] []




PARTICIPE!!!
 
A FATI (Faculdade Aberta pata a Terceira Idade) oferece:
 
DANÇAS CIRCULARES DOS POVOS
(Danças de Roda)
 
Local: Instituto FAL
Endereço: Av. Princesa Isabel, 854, Cidade Alta
Dia: às segundas-feiras
Horário: das 16h às 17h15
Professora: Simone S. Santos
 
Informações
(84) 3201-1221
colaboração: simome silva - simyoga@yahoo.com.br


Escrito por Tertu às 15h59
[] [envie esta mensagem] []




12/02/2008 - 23h05

Às lágrimas, Guga se despede após derrota e homenageia Larri

Antoine Morel
Na Costa do Sauípe
A derrota para o argentino Carlos Berlocq, na primeira rodada do Aberto do Brasil nesta terça-feira, deixou Gustavo Kuerten, ex-número um do mundo, extremamente emocionado.

DESPEDIDA NACIONAL DE GUGA
JoãoPires/FotoJump
Guga chora no discurso de despedida após a derrota para rival argentino na estréia
EFE 
Com o apoio da torcida desde o início do jogo, Guga pegou o microfone ao final do jogo, perdido por 2 sets a 0, 7-5 e 6-1, e, como num título ganho, agradeceu ao público e, especialmente, ao técnico Larri Passos, que o acompanhou por quase toda carreira.

Chorando, o catarinense lembrou dos seus momentos na carreira também. "Antes mesmo de sonhar com Roland Garros, o Wimbledon, eu nunca poderia imaginar todo mundo vindo aqui para me ver jogar. Isso nunca passou pela minha cabeça. Quero agradecer minha família, minha namorada e um cara que é muito mais gênio que eu...que é o Larri", declarou Guga ainda na quadra central do complexo.

O Aberto do Sauípe é o primeiro torneio de despedida do brasileiro na temporada. Depois da Bahia, ele deve jogar em Miami, challenger de Santa Catarina, Monte Carlo, Roma ou Hamburgo, e, por fim, Roland Garros.

Muito emocionado já, Guga fez uma síntese do seu sentimento naquele momento. "Não é que eu não queira jogar mais, é que não consigo mais", afirmou ao público depois de jogar uma partida apertada no primeiro set, quando teve chances de vencer e forçou sua contusão no quadril.

Após falar, Guga viu o técnico Larri descer à quadra e dar o seu depoimento também. "Bom, pessoal, é um momento muito difícil. Eu só queria agradecer a vocês todos, a todo publico brasileiro. Vocês colocaram ele lá [no topo]. Muito obrigado pelo carinho e por continuar lembrando do Guga", disse o treinador.

Guga e Larri estiveram juntos desde a adolescência do tenista. Apenas no final da carreira é que o catarinense abriu mão do técnico por um período de um ano. No final de 2006, os dois retomaram a parceria, que levou Kuerten a treinar mais forte e chegar a disputar alguns torneios no início de 2007.

Após um novo tratamento para a contusão crônica, Guga jogou duplas no final do ano passado, e no começo deste ano, decidiu que fará um tour de despedida no circuito da ATP.
por que precisamos tanto de HERÓIS???  fonte: Uol - esporte
 


Escrito por Tertu às 08h32
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]