Blogup
   



BRASIL, Nordeste, NATAL, RIBEIRA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, French, Livros, Esportes
Outro -
Histórico
Outros sites
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis
Perto do Coração Selvagem
nozarte
telescopionegro
queridoleitor
carloscareqa
linaldoguedes
blocosonline
marialimeira
abba
revistapoetizando
waldir leite
poetasdeguarulhos
blônicas
marcelotas
Soraia direto...
la vie est belle
Blog do André
Gerald Thomas
Flavia Lippi
stockadas
avant_derniere
diariosdenuvens
tabua de mares
almadobeco
alfabeto
subhadro
spmetrople
leiluka
focando
numerologia
babalaika
benito barros
seicho-no-ie
rodrigo hammer
mensageiros
barreiras-diogolopes
marcos caiado
mixbrasil
abran
overmundo
dalai lama
marcelo eliab - astrólogo
osho
nalatadopoeta
regina barros
libertas
joão paulo cuenca
tribuna do norte
cora ronai
avenida copacabana
laura vive
jornal de hoje
jornaldehoje
radar potiguar
caros amigos
carosamigos
thestonewall
bbc - brasil
kibeloco
pensar enlouquece
blog de marcelo coelho
fernando pessoa
sentimentos - vanilde rego
luz de luma
luiz carioca
somostodosum
100querer
palavra e destino
blog do renato
inspirais - patrícia
google
deunojornal
rasuras (ana peluso)
altavista
rascunhos e acabados
sampafobia
um ser diferente
no divã com marcelo ribeiro
guga cruz
alexsens
alexsens II
lino resende
trajedia ( gabriel )
lilita livre
marcelino freire
santiago nazarian
portal g1
coisas do bem
dicas do bem
janmedeiros
tião maia
impressões de fevereiro
conversa afiada
moura ao luar
fina flor ( monica montone)
contos bregas
antônio cícero
eucanaã ferraz
patrício júnior
blairponjinha
a gente sempre tenta
certos dias
caulus
prozac com fanta uva
tereza bresani
bombando
orientação - psi
jean wyllys
bresani
diversos-afins
alex sens
pre-historia-nordestina
relatoriodacoisa
franklin jorge

Votação
Dê uma nota para meu blog

 


Meu livro novo tem um pouco de vários rapazinhos que conheci, muito de mim, e muito (principalmente) do que queria encontrar. Aliás, estava pensando numa coisa que o Marcelino (Freire) disse em Recife, que é perigoso ser amigo de escritor, que um traço, uma frase, alguma coisa sempre acaba sendo levada para os livros. É verdade. Talvez seja por isso que geralmente meus namorados sofrem com meus livros. E por isso que uma vez ouvi de um mocinho que me abandonava: "Você já tem suas histórias, eu preciso viver as minhas."
trecho  do blog de santiago nazarian. esse escritor é o que há de mais quente  na literatura jovem  atual.

vá lá:  http://www.santiagonazarian.blogspot.com



Escrito por Tertu às 15h27
[] [envie esta mensagem] []




A burguesia fede
A burguesia quer ficar rica
Enquanto houver burguesia
Não vai haver poesia

acabei de saber,através da "pimentinha" janete, que hoje é o " dia do poeta". para todos os poetas,os versos da música burguesia, do poeta-mor, do lado escuro da vida, cazuza.



Escrito por Tertu às 15h20
[] [envie esta mensagem] []




Se você não colocar regras em sua vida,

A vida vai colocar regras em você. Por

isso tenha cuidado, pois as regras da vida nos

escravizam e nos fazem perder o gosto por ela.

(Livro: Encontre sua Estrela)

(César Romão)

hoje,no blog: http://lilitalivre.zip.net



Escrito por Tertu às 08h55
[] [envie esta mensagem] []




" poderosas"!!!

parada do orgulho gay,rio de janeiro.

fonte: http://www.avenidacopacabana.blogspot.com



Escrito por Tertu às 08h48
[] [envie esta mensagem] []




Parada  do Orgulho Gay, Praia de Copacabana,Rio de Janeiro, dia 14  deste.

foto: http://www.avenidacopacabana.blogspot.com



Escrito por Tertu às 08h19
[] [envie esta mensagem] []




POETRIX by André Luís Gabriel

apenas encontro sentido
nas coisas
das quais eu duvido

somente

encontro sentido

nas coisas ditas

ao pé do ouvido.

( tertu )



Escrito por Tertu às 07h32
[] [envie esta mensagem] []




Problemas para ver o boletim? Acesse: http://somostodosum.ig.com.br/boletim/amor2.asp


ESPECIAL STUM: Amor, somente amor

Será que ainda nesta existência conseguiremos olhar à nossa volta e perceber que as pessoas que estão perto, as que estão longe, as jovens, as velhas, as que gostamos, as que evitamos, todas enfim, nada mais são que uma preciosa e única manifestação da Unidade, do principio espiritual que a tudo governa no Universo?
Será que finalmente conseguiremos expandir nossa consciência para muito além dos limites de nossas crenças, de nossos desejos e hábitos, de nosso núcleo familiar, nossa tribo e das fronteiras de nosso Brasil, de nosso continente, abraçando virtual e amorosamente todos os seres da Terra e todos os outros viajantes cósmicos?
Será que seremos capazes de ir além da ilusão da matéria, de reconhecer nossa Divindade, nossa imortalidade e o permanente movimento de evolução que nos tem como protagonistas?



Escrito por Tertu às 20h11
[] [envie esta mensagem] []




Trata-se de um texto, que apesar das palvras um pouco pesadas e até desnecessárias, é uma excelente reflexão sobre preconceito.

*************************************************************

Certa vez um homem heterossexual em conflito com sua esposa vai até o monge pedir conselhos e uma ajuda para conhecer-se a si próprio.

Os dois conversam calmamente e o monge vai ensinar grandes verdades ao rapaz.
Os dois saem para caminhar e de repente passa um homem na frente dos dois.

- Olha monge, uma bicha! Esse daí dá o cú!!!; não gosto nem de imaginar!
- (O monge, meio que sem entender, pára seu discurso e diz...) Não entendi caro amigo.
- Não entendeu o quê?
- Você está perguntando ou tá afirmando?
- Eh ué! Tô afirmando! Ele é bicha, homossexual, queima a rosca, dá a ré no quibe!
- Como você sabe que ele dá o cú?
- Ué! Ta na cara!
- Na cara de quem?
- Na minha ué, quer dizer na nossa!
- O cú dele ta na sua cara?
- Não monge! Se liga só, o senhor entendeu, né? Deixa disso!
- Hum (silêncio)
- Que foi?
- Ainda não sei como você sabe que ele dá o cú.
- Tá bom, tá bom! Eu não sei! Mas eu imagino ué!
- Mas há pouco você disse que não gostava nem de imaginar!
- Ah seu monge, não é bem assim!
- Hum... deixa eu ver se entendi... Você não gosta de imaginar ele dando o cú, mas imagina que ele dê o cú, certo?
- Ah esquece! Esse assunto ta chato!
- ok ok, mas ainda acho que se você disse que ele dá o cú é porque isso passou na sua mente.
- Iiiiiiiiih.. coé, num fode!
- Ah?
- Ok Ok.. Eu não posso dizer que ele dá o cú. Ele é só homossexual, tá bom assim?
- Continuo sem entender
- COMO ASSIM SEU MONGE!?!?!?!? O que o senhor não entendeu dessa vez?
- Fiquei mais confuso ainda. Não entendo duas coisas agora.
- O que?
- O que é homossexual?

- Ora bolas! Uma pessoa que faz sexo com o mesmo sexo!
- Hum... Mas elas só fazem sexo com o mesmo sexo?
- É! Isso mesmo!
- Elas também não vão ao cinema, namoram ou viajam com alguém do mesmo sexo?
- Claro que vão seu monge! Quer dizer, pelo menos eu acho!
- Então por que você olhou para o homem e disse que ele é homossexual, ao invés de dizer que ele é homo-vai-ao-cinema, homo-namora, homo-viaja, homo-vai ao teatro?
- Ah! Sei lá pow! É científico! Todo mundo diz isso! Eles próprios dizem isso!
- Ah?! (olha o monge assustado)... Eles próprios dizem isso? Ele disse a você que é homossexual?
- ... (silêncio)
- Enfim, isso não importa. Você poderia dizer que ele é homo-namora, ou homo-vai-ao-cinema, no entanto preferiu dizer que ele é homossexual. Você concordaria em pensar que homossexual não é o modo como os outros são, mas sim o modo como você se predispõe a ver os outros?
- (um breve período de silêncio) Vem cá seu monge, eu não sei aonde o senhor quer chegar, ta legal? Eu sou macho e sei disso, ta legal? Homossexual é o nome científico, ciência, ta ligado?
- Você acredita em Deus?
- Claro que sim!
- Mas a ciência não acredita em Deus.
- Ah seu monge! Isso é uma discussão boba! A ciência define essas pessoas como homossexuais, porque a sexualidade é central, ta ligado? Quando você vai ao cinema com alguém, viaja ou namora alguém, você pensa em fazer sexo com a pessoa, entende? Por isso eles são homossexuais! Porque a sexualidade é central!
- Hum entendo...Essa é uma verdade na sua vida ou na vida dos outros?
- (O homem pensa um pouco)... Eu acho que... Ah! Foi o Freud quem disse isso!
- Você já estudou Freud?
- Não! Mas isso foi o que eu sempre ouvi!
- O que você sempre ouviu é necessariamente verdadeiro?
- Arf.. Claro que não seu monge, mas...
- Você já estudou outras correntes da psicologia que pensam diferente?
- (o homem olha de maneira agressiva e irritadiça para o monge) Não!
- Hum... às vezes me pergunto se a sexualidade é central na vida dos outros ou na sua...
- Ah monge! A gente pensa em sexo toda hora, né?
- A gente quem?
- ihhhhhhhhhh Seu monge, podemos mudar de assunto??? Eu admito, eu não sei ao certo se ele é homossexual. É apenas o que os outros dizem.
- Os outros quem?
- Ai caralho! Ok ok! Fui eu quem disse. Pronto!
- Ah sim! Mas apesar de tudo continuo sem entender algo.
- O que?
- Por que você disse que ele é homossexual? Você perguntou a ele?
- Claro que não ué! E nem quero!
- Ué, você não quer nem perguntar se ele é homossexual, mas afirma que ele é homossexual, logo é porque você sabe que ele é homossexual, mas ao mesmo tempo diz não saber ao certo se ele é homossexual! Nossa! Que confusão!
- Seu monge, não tem nada de confuso. Quando disse que ele é homossexual, foi apenas uma opinião, ta ligado. Realmente, eu não sei ao certo se ele é ou não homossexual.
- Hum... mas você afirmou...
- AH! Deixa disso vai!
- Ok, mas você não respondeu minha questão!
- Qual questão?
- Por que você não vai lá perguntar se ele é homossexual?
- Eu nunca vou fazer isso! E eu não quero saber! Além do mais eu poderia ofendê-lo se perguntasse isso!
- Hum... então deixa eu ver se entendi.... Você ficar do lado de fora observando e deduzindo o que os outros são ofende menos do que você ir lá perguntar para ele? Eu acho que você deveria ir lá nos olhos dele e perguntar: Você é homossexual? Eu quero saber.
- Olha só monge, tu é idiota ou o que? Óbvio que eu não vou fazer isso.
- Então por que fez o comentário inicial?
- Por que é engraçado, ta ligado? É engraçado tu ver uma bicha...
- Por que?
- Eh por que é ora bolas!
- Eu acho que sei porque você não vai até ele perguntar... É porque você vai ter que lidar com sua própria curiosidade.
- Claro que não! Eu não tenho essa curiosidade! Ah quer saber, tô sem a menor paciência pra isso... Arf... Além do mais eu realmente não quero saber se ele é homossexual.
- Hum você não quer saber se ele é homossexual realmente, mas disse que ele é homossexual. Entendo, mas acho que discordo de você quando disse não querer saber se ele é homossexual.
- Por quê?
- Porque tudo que falamos é expressão direta ou indireta do que se passa na nossa consciência. Se você disse que ele é homossexual, mesmo sem ter a menor idéia se ele faz sexo ou não e se é com pessoas do mesmo sexo, é porque esse tipo de realidade estava na sua consciência.
- Isso é uma indireta pra mim?
- Claro que não meu querido... é só uma constatação mesmo. Além do que, tem mais uma coisa...
- Porra! Ainda? O que mais?
- É o seu comentário inicial... Você disse... olha, uma bicha, esse daí dá o cú... Não entendi se você estava perguntando se ele dava o cú ou estava afirmando.
- Ora, eu estava ... bem, eu estava... (ai velho filho da puta)
- Se você estiver perguntando se ele dá o cú, eu vou perguntar: Para que você quer saber? Você não poderia perguntar se ele é um engenheiro?
- Hunf.
- Se você estiver afirmando que ele dá o cú, eu vou perguntar: Como você sabe que bichas dão o cú? Você já viu algum deles fazendo sexo ou alguém já te ofereceu o cú? Em ambos os casos a homossexualidade estará fazendo parte de você e você estará fazendo parte da homossexualidade.
- ... silêncio....
- Você pode até não querer saber se ele é homossexual, mas que a homossexualidade dele faz parte de você mais do que dele, isso faz...
- Olha, só o monge, tu já ta me irritando ta ligado? Vai se fuder. Foi só um comentário... Eu gosto de mulé e pronto. Eu não sou homossexual, ta?
- Mas eu não disse que você é homossexual. Eu sequer cogitei essa possibilidade. Você cogitou?
- Caro que não! Eu nunca faria sexo com um homem...

- Mas quando você diz que nunca faria sexo com um homem, para você dar qualquer resposta que seja, é porque você cogitou essa possibilidade anteriormente.
- iiiiiiiih num fode, porra!
- Me responde uma coisa... Por que você não olhou para ele e disse: hum, ele parece ser engenheiro?
- Ora bolas porque isso não está em questão!!
- Deixa eu ver se entendi... Você olha para um homem aleatoriamente e diz que a profissão ou o que ele faz da vida não está em questão... em contrapartida, é o cú dele está em questão... hum...
- Olha só velho escroto... foi só um comentário ta legal? Não é que o cú dele esteja em questão. Ele tem jeito de bicha... pronto! É isso que chama atenção, não o fato dele ser engenheiro.
- Bichas te chamam atenção?
- Claro que não, né?
- Mas você disse que chamavam!
- Eu disse! Mas chamam a atenção em outro sentido! No sentido que chamam atenção e pronto... É engraçado, ta ligado??
- Hum... entendi...
- Então...
- Então o que?
- Além do que, eu não to aqui para julgar a opção sexual dos outros, ta? Eu não sou preconceituoso. Tenho vários amigos gays e talz.
- Ai ai... isso ta muito confuso meu caro amigo... Vou pedir ajuda ao Buda...
- Por que seu monge?
- Você fala que não está aqui para julgar a opção sexual dos outros... no entanto você não sabe nem se ele tem de fato essa opção sexual e tampouco sabe se é uma opção!
- arf... ok ok! Eu sei que não sei ao certo se ele tem essa opção sexual, ta? Mas supondo que ele tenha feito essa opção, eu não to aqui para julgar, ta? Foi só um comentário, ta melhor assim?
- Hum... você poderia fazer a opção por gostar de homens?
- Claro que não monge!! Eu sempre gostei de buceta!
- Então por que ele optou e você nasceu com isso?
- Ah monge é natural, homem e mulher, ta ligado? O resto é opção!!!

- Mas eu não entendo... Por que ele tem uma opção sexual e você não? Porque, teoricamente, se você admite que o fato dele gostar de homens é uma opção, o fato de você gostar de mulheres também deveria ser uma opção, certo? Por que o que é verdade para ele não é verdade para você?
- Seu monge é a natureza. O homossexualismo é anti-natural
- Bem, se você define por natural, tudo aquilo que existe na natureza, também existe nessa mesma natureza relações homossexuais... !
- Ah ta! Agora você quer utilizar o discurso naturalista e usar a natureza para dizer que é certo um comportamento errado.
- Mas eu não disse que ele é certo... Primeiro você disse que ele era anti-natural e eu disse que ele é natural porque fazia parte da natureza... Quem chegou à conclusão que ele é errado foi você... Eu não falei nada sobre isso... Isso é uma conclusão que você chegou sozinho.
- Se liga monge, esse comportamento não é normal... é anormal... ta ligado?
- Passar em concursos e ter muito dinheiro é normal ou anormal?
- (silêncio)
- Logo passar em concursos e ter muito dinheiro é errado?
- arrf... você não ta entendendo...
- Claro que não! Primeiro você disse que o comportamento homossexual que você pressupõe existir no outro era anti-natural... Eu discordei... Depois você disse que ele era anormal, eu discordei de novo... e por último, querendo a todo custo manter uma posição, disse que o homossexualismo é errado... Afinal, o que está em discussão, qual o cerne da sua argumentação? Se ele é certo, errado, normal, anormal, natural ou anti-natural??
- Olha só monge eu não sei onde o senhor quer chegar... Eu gosto de buceta e pronto... Eu vou me embora.
- Mas eu não disse que você não gostava de mulher...
- Eu sei! Mas é para deixar claro...
- Mas você não precisa deixar claro para mim... Com que objetivo você fez isso?
- Eu sou macho, macho pra caralho ta ligado?? Todos sabem que sou homem. Fiz isso com o objetivo de você saber que sou homem.

- Mas você não precisa dizer isso... Isso é indiferente para mim... Mas não parece ser indiferente para você...
- Vai se fuder monge filho da puta... Tu queima a rosca também seu babaca...
O homem se retira do local furioso e puto da vida. O monge volta às suas ocupações habituais.

(enviado por Zeh Ricardo, da Comunidade Teologia da Libertação)

__._,_.___
para refletir!


Escrito por Tertu às 20h00
[] [envie esta mensagem] []




  melk já se encontra no andar de cima. sua dona,lilita, inconsolável!

passei por tudo isso em maio, deste ano, com toulouse.

passem seus afetos para :  lilitalisboa@hotmail.com



Escrito por Tertu às 16h32
[] [envie esta mensagem] []




SLazarus.jpg (27987 bytes)

amigos,

mentalizemos o restabelecimento de melk,o baby da lilita.

envie mensagens para : http://lilitalivre.zip.net  força!!!



Escrito por Tertu às 12h57
[] [envie esta mensagem] []




Maria Bethânia: Café Soçaite
 
 
 
 
 
 
 
para ítalo trindade.


Escrito por Tertu às 09h06
[] [envie esta mensagem] []




Wednesday, October 10, 2007

Aventuras...


Depois do trabalho fui ter com ele para bebermos um chá... gosto de chá, ele também.

Precisávamos ir às compras antes de ir para casa, fomos então no meu carro e na volta para irmos buscar o carro dele pediu-me para estacionar o meu...

Estacionei e saí do carro, ele estava a tirar o dele, abeirei-me da janela e perguntei se lhe poderia oferecer algum "serviço"... ele percebeu o jogo e entrou na brincadeira. Entrei e olhei-o nos olhos, profundamente, e passei-lhe a mão na perna...

Levou-me pelas ruas da cidade, já noite caída enquanto eu lhe mordiscava a orelha e abria os botões da camisa para explorar-lhe o peito com a mão direita, enquanto a esquerda lhe acariciava a nuca.

Senti a mão dele procurar-me... sentia que entre as minhas pernas já o calor emanava... até que me levou até ao cais, um lugar frequentado por casais em busca de saciedade. A polícia estava por ali e decidimos parar o carro de frente para as luzes da cidade. Despi as calças desejosa de me sentir penetrada, de vê-lo arder com o meu calor. Também ele se despiu e penetrou-me deliciosamente...

E continuou... até que um carro estacionou perto de nós e decidiu não sair... acabámos por decidir ir para outro sítio... um descampado, com holofotes, perto de uma rotunda bem movimentada. Ofereci-me de 4 para ele, mesmo virada para onde os carros passavam... por vezes parecia-me que abrandavam, mas o prazer sobrepunha-se a qualquer noção da realidade circundante. E assim sendo ele não teve de pagar pelos serviços... porque acabei por usar os deles também...

(Imagem retirada da net, o texto... relato da realidade ;-) )



Escrito por Tertu às 08h53
[] [envie esta mensagem] []




João Paulo Cuenca
É o nome de um dos autores mais promissores da nova geração, apontado pela Bravo! como possível grande representante dos anos 00. E ele vai estar em Natal na sexta, 19, lançando seu mais novo romance, “O Dia Mastroianni”.


Vai ser na Limbo Quinquilharias, a melhor livraria de Natal, que fica à Av. Afonso Penna, 666. E o Jovens Escribas vai comparecer em peso.

João Paulo Cuenca em Natal.fonte: "blog do patrício". cuenca é o que há de mais moderno na literatura brasileira atual!

Escrito por Tertu às 08h29
[] [envie esta mensagem] []




 O incentivo de viver é arriscar, deixe o medo para os fracos." 
 fonte: ICM do Brasil

Escrito por Tertu às 08h17
[] [envie esta mensagem] []




Iniciação

SEXO me atormentando:eu querendo mesmo fugindo.

Conversas na esquina,revistas...Cabeça rodando.Antecipava a emoção. Resistindo...

Diante dos amigos, contando proezas. Dezessete anos: cabaçudo.

´Marcelo, cê já foi no `Rosa de Ouro`? Disfarço e minto.

Dia desses a professora de Geografia ( quanta  punheta batida... pegou o Adonias com revista de sacanagem. Naquela noite não dormi. No banheiro, saciava minha vontade.]Minha tesão  aumentava. Na rua, lições de putaria. Imaginava ao sarro dos meninos,o pau nas coxas das meninas...

´Marcelo, vista a camisa, menino.Coisa feia..."`

Corro pro banheiro. A mão no cacete,olho na fechadura. ´Ai, mãe,instantinho só´. Saco doendo,pau queimando.

SÁBADO: aventura e desejo. O ´Rosa de Ouro´faiscando no meu coração. Suado. Tremendo. Entro rápido. Tomo uma bebida e ela me queima e me acende.

Curioso,olho os casais no corredor.

´Vamos fazer neném, bem:?!´Uma loira peituda me puxa. Fala com alguém. Alisa meu cacete e ele pula. Penso nos amigos,meu pai...

ACORDO. A mulher curiosa varre o quarto. Pau duro e vermelho.

Em casa, conto tudo. Uma semana se passa.

(Não te avisei?!)

texto inédito escrito por TERTU,em outubro/2002.

foto: mixbrasil



Escrito por Tertu às 09h41
[] [envie esta mensagem] []




Põe tua boca sobre a minha,

Mas deixa minha língua livre para poder falar de amor.

 

Pega-me primeiro nos teus braços, me segura!

depois  te amarre às minhas coxas de veludo.

 

Minha boca é tua, devora-a, não tenhas medo!

Não é feita de açúcar,que se dissolve e desaparece.

 

Minha boca, eu te dou com prazer.

Por que me atiças? - Já estou molhada.

 

Vou te fazer em cinzas.

Se eu,por um só momento,olhar na tua direção.

poema das mulheres de cabul, do mesmo livro abaixo.



Escrito por Tertu às 09h15
[] [envie esta mensagem] []




Suicídio e canto

No Afeganistão,mulher apaixonada é tabu. É proibido pelos conceitos de honra rigorosos do clã e pelos  mulás. Os jovens não têm o direito de amar, não têm o direito de escolher. Amor tem pouco a ver com  casamento,ao contrário,pode ser um  grave crime, castigado com a morte. Pessoas indisciplinadas são mortas a sangue-frio. Caso apenas um dos dois tenha de ser castigado com  a morte,invariavelmente é a mulher."

do livro "O Livreiro de  Cabul "



Escrito por Tertu às 09h07
[] [envie esta mensagem] []




um novo sabor na blogosfera: http://www.prozaccomfantauva.blogspot.com

Escrito por Tertu às 08h21
[] [envie esta mensagem] []




aviso aos blogueiros/leitores: este  blog  vai esquentar... xixixixixixixi.........!!!!!!!!!!!!!

Escrito por Tertu às 19h09
[] [envie esta mensagem] []






fonte: mixbrasil
só garotas
 
as garotas
de mãos dadas
são (apenas) amadas
pela lassidão.
 
elas nada pedem
somente se entregam
na (in)certeza:
tensão.
 ( tertu)


Escrito por Tertu às 19h04
[] [envie esta mensagem] []




matinê no mix

pois bem. depois de algumas turbulências da semana,incluindo a chatice da claro e claro que o celular ainda não ficou bom, volto ao " gramado" (como um bom guerreiro; favor, nada de velho...);

como disse antes, teimosamente abusei nos ferros (leia-se academia) e tive um começo de gripe. tomei vários resprins e dormi bastante.

na seicho-no-ie  , puro encantamento com a cerimônia de purificação da mente, magistralmente feita pela preletora epifânia. impossível descrever o que sentimos.ali,numa folha de papel jogamos todas as nossas raivas, invejas, frustrações... e claro que fiz tudo isso.

e eu ainda sem planos para o restante do domingo ( aguentar o faustão durante 4 horas...meu pai?!).

levantei-me ,arrumei e fui conhecer o cinemix.

um espaço alternativo,que fica num prédio branco,na subida do alecrim.

a proposta,para a  cidade, é ousada ( e viva os homens ousados!!!). e se deus quiser, vingará (ou seja, já vingou!).

um simpático atendimento por todos os funcionários, inúmeras dependências, bares, salas de projeção de filmes pornôs, cabines privês (calma,bete,calma!), dois bares e uma praça  musical.

aos domingos, o bom pagode (pra quem gosta): não é a minha praia,confesso.

bebibas variadas e compatíveis com o local. ataquei do bom e velho "dreher" para curar a danada da gripe.

além de tudo isso ( com a entrada de apenas 5,00 reais,porém bebidas à parte), encontro os amigos raílton e  ítalo trindade. quer mais...???!!!

ai, como é bom ter amigos!!!

cinemix: um ambiente para cabeças  bem abertas!!!

 



Escrito por Tertu às 18h27
[] [envie esta mensagem] []





[Railton] [railtonlopes@yahoo.com.br]
Parabéns pelo seu dia, um bom professor é sempre lembrado e elogiado como aquele senhor q te jogou flores ontem no Mix, lembra ? abçs e boa semana!

15/10/2007 18:35

[Chuvinha]
Merecem mesmo homenagem! Estou de volta!

15/10/2007 17:56

[Jan Medeiros] [http://janmedeiros.zip.net/]
Eu gosto muito dessa música!!!! Retrata bem a história de fé desse povo.Tertu, parabéns por ter escolhido ser um educador. Todos nós devemos muito a vocês!!!!Abs;

15/10/2007 16:17

[Amanda] [www.prozaccomfantauva.blogspot.com/]
Parabéns pelo dia dos professores, tio. :D Um grande abraço!

15/10/2007 14:51

amigos, vocês me deixam sem jeito. na verdade,o bom professor é aquele que sempre aprende. e é isto que faço nessa  minha fase atual. e aprendo com quem... ? com quem...? com  VOCÊS!!! grato!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!



Escrito por Tertu às 17h59
[] [envie esta mensagem] []




o amigo-blogueiro lino resende  anuncia blogagem coletiva pela paz, em primeiro de novembro,deste ano. leia e veja mais detalhes no link, com o nome de " lino resende"



Escrito por Tertu às 17h54
[] [envie esta mensagem] []




Romaria

Elis Regina

Composição: Renato Teixeira

É de sonho e de pó
O destino de um só
Feito eu perdido
Em pensamentos
Sobre o meu cavalo...

É de laço e de nó
De jibeira o jiló
Dessa vida
Cumprida a só..

Sou caipira, pirapora, Nossa
Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
O trem da minha vida...(2x)

O meu pai foi peão
Minha mãe solidão
Meus irmãos
Perderam-se na vida
À custa de aventuras...

Descasei, joguei
Investi, desisti
Se há sorte
Eu não sei, nunca vi...

Sou caipira, Pirapora, Nossa
Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
O trem da minha vida...(2x)

Me disseram, porém
Que eu viesse aqui
Prá pedir de
Romaria e prece
Paz nos desaventos...

Como eu não sei rezar
Só queria mostrar
Meu olhar, meu olhar
Meu olhar...

Sou caipira, Pirapora, Nossa
Senhora de Aparecida
Ilumina a mina escura e funda
O trem da minha vida...(2x)

Sou caipira, Pirapora, Nossa
Senhora de Aparecida...


type=text/javascript> letras acima
enviar por email
minha homenagem aos romeiros,esse povo que nunca perde a fé e à elis regina (inigualável!)


Escrito por Tertu às 16h00
[] [envie esta mensagem] []




 

"Todo preconceito é fruto da burrice, da ignorância, e qualquer atividade cultural contra preconceitos é válida."

( Paulo Autran )

Escrito por janmedeiros às 15h46

a frase acima faz parte da bela homenagem ao ator  paulo autran. confira mais:  http://janmedeiros.zip.net



Escrito por Tertu às 15h46
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]