Blogup
   



BRASIL, Nordeste, NATAL, RIBEIRA, Homem, de 46 a 55 anos, Portuguese, French, Livros, Esportes
Outro -
Histórico
Outros sites
UOL - O melhor conteúdo
BOL - E-mail grátis
Perto do Coração Selvagem
nozarte
telescopionegro
queridoleitor
carloscareqa
linaldoguedes
blocosonline
marialimeira
abba
revistapoetizando
waldir leite
poetasdeguarulhos
blônicas
marcelotas
Soraia direto...
la vie est belle
Blog do André
Gerald Thomas
Flavia Lippi
stockadas
avant_derniere
diariosdenuvens
tabua de mares
almadobeco
alfabeto
subhadro
spmetrople
leiluka
focando
numerologia
babalaika
benito barros
seicho-no-ie
rodrigo hammer
mensageiros
barreiras-diogolopes
marcos caiado
mixbrasil
abran
overmundo
dalai lama
marcelo eliab - astrólogo
osho
nalatadopoeta
regina barros
libertas
joão paulo cuenca
tribuna do norte
cora ronai
avenida copacabana
laura vive
jornal de hoje
jornaldehoje
radar potiguar
caros amigos
carosamigos
thestonewall
bbc - brasil
kibeloco
pensar enlouquece
blog de marcelo coelho
fernando pessoa
sentimentos - vanilde rego
luz de luma
luiz carioca
somostodosum
100querer
palavra e destino
blog do renato
inspirais - patrícia
google
deunojornal
rasuras (ana peluso)
altavista
rascunhos e acabados
sampafobia
um ser diferente
no divã com marcelo ribeiro
guga cruz
alexsens
alexsens II
lino resende
trajedia ( gabriel )
lilita livre
marcelino freire
santiago nazarian
portal g1
coisas do bem
dicas do bem
janmedeiros
tião maia
impressões de fevereiro
conversa afiada
moura ao luar
fina flor ( monica montone)
contos bregas
antônio cícero
eucanaã ferraz
patrício júnior
blairponjinha
a gente sempre tenta
certos dias
caulus
prozac com fanta uva
tereza bresani
bombando
orientação - psi
jean wyllys
bresani
diversos-afins
alex sens
pre-historia-nordestina
relatoriodacoisa
franklin jorge

Votação
Dê uma nota para meu blog

 


 

Coquetel de rum, originário de Cuba e inventado no famoso bar La Bodeguita del Medio, em Havana, nos anos 40. Muito apreciado pelo escritor Ernest Hemingway.


Ingredientes

1 ½ dose de rum claro
1/2 limão espremido
1 col. (chá) de açúcar
club soda (opção: água com gás)
6 folhas de hortelã (folhas frescas, do miolo)

Preparo

Em um copo long drink, esfregue 2 folhas de hortelã no interior e nas bordas do copo. Coloque estas 2 e as 4 restantes no fundo do copo, o açúcar, o suco de limão e macere levemente com um socador de gelo. Adicione o rum e a club soda. Junte o gelo, o rum e a club soda. Mexa bem. Decore com hortelã.

 

(fonte: Basílico)

 do blog: http://dicasdobem.zip.net



Escrito por Tertu às 09h59
[] [envie esta mensagem] []




Oração da confiança

Deus vê somente as minhas qualidades e me elogia. Percebo que Deus me elogia. Por isso só tenho vontade de fazer o bem, e tratar as pessoas com gentileza. Muito obrigado.

Masaharu Taniguchi



Escrito por Tertu às 17h37
[] [envie esta mensagem] []




" Os guerreiros vitoriosos vencem antes de ir à guerra, ao passo que  os derrotados vão à guerra e só então procuram a vitória.' ( Sun Tzu )

Escrito por Tertu às 15h26
[] [envie esta mensagem] []





Essencialmente servos

  O dramaturgo Sófocles (495 a.C.) disse certa vez que “a coisa mais
bela consiste em ser útil ao próximo”. Isso é uma grande verdade,
pois a capacidade de servir, além de ser uma honra concedida por Deus
aos homens, faz bem ao coração dos que servem e dos que são servidos
em amor. A Bíblia diz que mais “bem-aventurado é dar do que receber”
e não somente coisas materiais, mas amor, solidariedade, ajuda.

  Servir ao próximo é, antes de tudo, devolver a Deus tudo aquilo que
temos recebido dele. É uma maneira de multiplicar os nossos dons e
talentos. É a certeza de estarmos contribuindo com a vida de alguém.

  Muitas pessoas necessitam da nossa ajuda, precisam de um
‘empurrãozinho’ para crescer ou saírem da inércia. Pensar no
próximo deve ser uma das nossas metas de vida. O ativismo e a correria
do dia a dia, tem tornado as pessoas insensíveis e egoístas, pensando
sempre em si mesmas.

  Servir não é tarefa somente de alguns. Todos nós fomos chamados
para desempenhar algum serviço em favor do nosso próximo. Cada um na
sua função, é claro, mas procurando servir da melhor maneira.

  A respeito de servir ao próximo o teólogo suíço, Emil Brunner
(1899-1966), disse algo interessante: “Serviço significa sair de si
mesmo, estar livre de ansiedade acerca de si mesmo, estar livre para os
outros”. Ou seja, servir não pode ser considerado como um fardo, um
peso, mas, sim, como um convite que Deus nos faz com o propósito de
dar continuidade ao que ele criou.

  Todo serviço que fazemos é importante, não existe um que seja
desprezado e/ou mais valorizado que o outro. O que importa é o amor
dispensado. Quando servimos àqueles que estão ao nosso redor estamos
servindo a Deus.

  Dedicar-se é fundamental. Dedicar-se integralmente, ou investir boa
parte do nosso tempo, no cuidado do próximo, deve ser um de nossos
lemas de trabalho. Devemos, a cada dia, ser impulsionados pela vontade
de servir e de demonstrar amor ao próximo; devemos ser agentes
transformadores que contribuam para melhorar a vida de milhares de
pessoas.

  Mas como servir ao próximo? De que maneira posso ajudá-lo? A
resposta é bem simples. Nas mínimas coisas da vida. Servindo um prato
de comida, doando roupas que já não nos servem ou que não usamos
mais. Dando um copo d’água àquele que tem sede. Não desperdiçando
alimentos, ao contrário, antes que estraguem, distribui-los aos que
necessitam.

  Mas não é só isso, o servir vai muito mais além. Quando falamos em
servir, falamos não só de coisas materiais, mas de uma palavra amiga
nos momentos de aflições – isto é uma maneira de servir ao
próximo.

  Servir também é uma questão de cidadania e tem um papel importante
na sociedade. Como? No ônibus, por exemplo, podemos ajudar um idoso a
descer, os homens podem ceder seu lugar para as mulheres, podemos ceder
o nosso lugar para uma mãe com criança no colo ou oferecer para levar
objetos de quem está em pé. Atravessar um cego na rua, dar uma
corona, doar os livros que não utilizamos mais àqueles que não têm
condições de comprá-los, também são formas de servir ao próximo.
Podemos, ainda, servir sendo cordiais, dizendo as três palavrinhas
“mágicas”: “Obrigado”; “Por favor”; “Me desculpe”. Simples
gestos nos tornam capazes de servir ao próximo.

  Pensar nos que precisam da nossa ajuda não é só uma obrigação,
mas uma questão de obediência a um dos mandamentos de Deus que é o
de amar o nosso próximo como a nós mesmos. Aquilo que gostaríamos
que fizessem conosco, devemos da mesma maneira procurar fazê-lo ao
nosso próximo (Lc 6.31), pois a vida é assim, colhemos aquilo que
plantamos.

  Cabe aqui a frase de Martinho Lutero. Ela por si só fala da
importância de servirmos ao próximo: “Nenhuma árvore produz para o
seu consumo próprio. Tudo quanto há na vontade de Deus se dá em
favor dos outros. Somente Satanás e os homens sob a influência do
Maligno é que buscam o proveito próprio”.

sirvamos sempre!!!

 __________________________________________________



Escrito por Tertu às 15h24
[] [envie esta mensagem] []




  >document.write("");  ENVIAR ESTA FOTO POR E-MAIL
< ANTERIOR  
foto do largo de são bento - sp

do fotoblog: http://spmetropole.nafoto.net

anjos citadinos

abençoai

seus meninos!

( tertu )

 

 

 



Escrito por Tertu às 16h29
[] [envie esta mensagem] []




 "Alinhavei um amor novo
e costurei com muito cuidado.
Já não se fazem mais linhas como antigamente,
na primeira vez que amei, a costura se rompeu."
Wania Amarante
do blog: " bofiscândalo"


Escrito por Tertu às 09h26
[] [envie esta mensagem] []




  " a vitória não é mais importante do que a certeza de termos feito todo o esforço para conquistá -la "(  Bernardinho - no livro " Transformando suor em ouro ")

Escrito por Tertu às 10h06
[] [envie esta mensagem] []





[Jan Medeiros]
Tertuuuu, realmente o silêncio é "ouro"..... Confesso q vou refletir bem!!! Vc é 10000...

15/05/2007 08:17

Você é que 1000, 100000  muito obrigados!!!

Escrito por Tertu às 07h42
[] [envie esta mensagem] []




INVERSÃO DE VALORES
 
 CARTA DE UMA MÃE PARA UMA MÃE EM SP, APÓS NOTICIÁRIO DA TV.
 
 "Hoje vi seu enérgico protesto diante das câmeras de televisão contra a transferência do seu filho, menor infrator, das dependências da FEBEM em São Paulo para outra dependência da FEBEM no interior do Estado. Vi você se queixando da distância que agora a separa do seu filho, das dificuldades e das despesas que passou a ter para visitá-lo, bem como de outro inconvenientes decorrentes daquela transferência. Vi também toda a cobertura que a mídia deu para o fato, assim como vi que não só você, mas igualmente outras mães na mesma situação, contam com o apoio de comissões, pastorais, órgãos e entidades de defesa de direitos humanos. Eu também sou mãe e, assim, bem posso compreender o seu protesto. Quero com ele fazer coro. Enorme é a distância que me separa do meu filho. Trabalhando e ganhando pouco, idênticas são as dificuldades e as despesas que tenho para visitá-lo. Com muito sacrifício, só posso fazê-lo aos domingos porque labuto, inclusive aos sábados, para auxiliar no sustento e educação do resto da família. Felizmente conto com o meu inseparável companheiro, que desempenha, para mim, importante papel de amigo e conselheiro espiritual. Se você ainda não sabe, sou a mãe daquele jovem que o seu filho matou estupidamente num assalto a uma vídeo locadora, onde ele, meu filho, trabalhava durante o dia para pagar os estudos à noite. No próximo domingo, quando você estiver se abraçando, beijando e fazendo carícias no seu filho, eu estarei visitando o meu e depositando flores no seu humilde túmulo, num cemitério da periferia de São Paulo... Ah! Ia me esquecendo: e também ganhando pouco e sustentando a casa, pode ficar tranqüila, viu? Que eu estarei pagando de novo, o colchão que seu querido filho queimou lá na última rebelião da Febem."

 CIRCULE ESTE MANIFESTO. TALVEZ A GENTE CONSIGA ACABAR COM ESTA INVERSÃO DE VALORES QUE ASSOLA O BRASIL!
DIREITOS HUMANOS PARA OS HUMANOS DIREITOS




"O que mais preocupa não é nem o grito dos violentos, dos corruptos, dos desonestos, dos sem-caráter, dos sem-ética. O que mais preocupa é o silêncio dos bons." (Luther King)
 

 

enviado pelo jornalista Paulo Augusto


Escrito por Tertu às 06h43
[] [envie esta mensagem] []




Silêncio iluminado

Cale a boca e perceberá que o mundo chega mais, com mais tranqüilidade.

Diga menos e será mais ouvido. Economize as palavras e dê lugar aos sentimentos e aos gestos.

A fala sem controle enerva a alma, estraga os relacionamentos e torna superficial a espiritualidade.

Tudo muito explicado aborrece.

Longos reclames perdem força.

Discursos que não acabam não alcançam os ouvidos.

Cale e observe.

Ore sem falar.

Ame com poucas palavras.

Desabafe com economia.

Aí, quando falar, o fará com conteúdo e alcançará ouvidos atentos.

A palavra, de tão especial, é de ouro quando rara, de prata quando cara e de bronze quando vaza.

Diga tudo, mas recorra a um repertório mais amplo, que inclua ouvir, refletir, fazer, tocar, sentir e estar por inteiro.

Às vezes falamos demais para nos afastarmos. O barulho cria escudos de proteção. Tanto que acabamos tendo que dizer algo para estarmos com alguém e marcarmos nosso espaço.

- Fale, diga algo – exige quem lidera uma reunião, como se só assim fosse validada aquela presença.

Reduzir alguém ou a si mesmo à sua fala é uma forma de limitar-se ou ao outro ao barulho que consegue produzir.

Cale a boca e diga mais que palavras, o que é mais que apenas uma fala.

Onaldo A. Pereira



Escrito por Tertu às 06h31
[] [envie esta mensagem] []




veias abertas

jogadas no asfalto.

estilhaços ferem

meu coração de aço.

( tertu )



Escrito por Tertu às 07h23
[] [envie esta mensagem] []




mãe, por que eu nunca disse que te amava??

Escrito por Tertu às 12h53
[] [envie esta mensagem] []




Caetano Veloso - Mãe


Tom:D
(

Palavras, calas, nada fiz
Estou tão infeliz
Falasses, desses, visse não
Imensa solidão
Eu sou um Rei que não tem fim
Que brilhas dentro aqui
Guitarras, salas, vento, chão
Que dor no coração
Cidades, mares, povo, rio
Ninguém me tens amor
Cigarra, camas, colos, ninhos
Um pouco de calor
Eu sou um homem tão sozinho
Mas brilhas no que sou
E o teu caminha e o meu caminho
É um nem vais nem vou

Meninos, ondas, becos, mãe
E só porque não estais
És para mim que nada mais
Na boca das manhãs
Sou triste, quase um bicho triste
E brilhas mesmo assim
Eu canto, grito, corro, rio
E nunca chego a ti

____________________________________________________________________
Contribuição: felipe Nato (natonativu@bol.com.br)
Tom:D


Escrito por Tertu às 12h50
[] [envie esta mensagem] []




Cazuza - Eu preciso dizer que eu te amo


(versão Cazuza e Bebel)


Quando a gente conversa contando casos, besteiras

Quanta coisa em comum, deixando escapar segredos

E eu não sei que hora dizer, me dá um medo, que medo

É que eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano

É eu preciso dizer que eu te amo, tanto

E até o tempo passa arrastado só para eu ficar do teu lado

Você me chora dores de outro amor se abre e acaba comigo

E nessa novela eu não quero ser ter amigo

É que eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano

É eu preciso dizer que eu te amo, tanto

Eu já não sei se eu tou me estourando, ah, eu perco o sono

Lembrando em qualquer riso teu qualquer bandeira

Fechando a abrindo a geladeira a noite inteira

É que eu preciso dizer que eu te amo, te ganhar ou perder sem engano

É eu preciso dizer que eu te amo, tanto
(versão Cazuza e Bebel)



Escrito por Tertu às 12h46
[] [envie esta mensagem] []




Cazuza - Só as mães são felizes



Você nunca varou a Duvivier às cinco
Nem levou um susto saindo do Val Improviso
Era quase meio dia, do lado escuro da vida
Nunca viu Lou Reed "Walking the wild side"
Nem melodia transvirado rezando pelo Estácio
Nunca viu Allen Ginsberg pagando um michê na Alasca
Nem Rimbaud pelas tantas negociando escravas brancas
Você nunca ouviu falar em maldição, nunca viu um milagre
Nunca chorou sozinha num banheiro sujo, nem quis ver a face de Deus
Já frequentei grandes festas, nos endereços mais quentes
Tonhei champagne e cicuta com comentários inteligentes
Mais tristes que os de uma puta no Barbarella às quinze pras sete
Reparou como os velhos vão perdendo a esperança
Com seus bichinhos de estimação e plantas
Já viveram tudo e sabem que a vida é bela
Reparou na inoc6encia cruel das criancinhas
Com seus comentários desconcertantes
Adivinham tudo e sabem que a vida é bela
Você nunca sonhou ser currada por animais
Nem transou com cadáveres
Nunca traiu o teu melhor amigo
Nem quis comer a sua mãe
Só as mães são felizes
Você nunca ouviu falar em maldição
Nunca viu um milagre
Nunca chorou sozinha num banheiro sujo
Nem nunca quis ver a face de Deus.
_______________________________________________________

feliz dia das mães!!!

 



Escrito por Tertu às 12h41
[] [envie esta mensagem] []


[ página principal ] [ ver mensagens anteriores ]